06 junho 2013

Nº 17


O androide Nº 17  (人造人間17号 Jinzōningen Jū Nana-Gō no Jap) ou Lapis (ラピス no Jap), assim como sua irmã gêmea, a Nº 18, antes de serem androides, eles eram humanos que foram surpreendidos pelo Dr. Gero que os sequestrou, por isso os androides Nº 17 e Nº 18 o odeiam, depois de sua mudança de humano para androide, foi inserido um chip pelo Dr. Gero, com um único objetivo de destruir Goku, já que ele havia destruído a Patrulha Vermelha (Red Ribbon), em seu corpo havia sido colocado um mecanismo para detê-lo a qualquer momento. Ele se encontrava dormindo em uma cápsula, quando o Dr. Gero decidiu despertá-lo, o Nº 17 decidiu destruir o controle que poderia pará-lo novamente, mas sua revolta era tanta que ele matou seu próprio criador, quem o considerava defeituoso já que não queria ser escravo de ninguém.


Biografia

  • Passado

Com 24 anos, Gero os encontra e começa sua transformação em androides. Apaga as suas memórias, 
Androide 17
人造人間17号
Jinzōningen Jū Nana-Gō
    Normal e Super 17
Androide17 Trans
Dragon ball gt super a17
Nº 17
GêneroMasculino
Data de nascimentoDesconhecida
Data da morteDesconhecida
Idade


  • 18-36 DBZ
  • 46-47 DBGT
  • TransformaçõesSuper 17
    RaçaAndroide
    OcupaçãoNo início Vilão, mas logo se torna bom
    ProcedênciaPlaneta Terra
    Família


  • Nº 18 (irmã gêmea)
  • Kuririn (cunhado)
  • Marron (sobrinha)
  • Nº 17 do inferno (meio irmão)
  • Nº 17 do futuro (Contra-parte alternativa)
  • Nº 18 do futuro (irmã do tempo alternativo)
  • SérieDragon Ball Z

    Dragon Ball Z KaiDragon ball kai logo

    Dragon Ball GTDBGT Logo
    Primeira apariçãoEpisódio 133 de Dragon Ball Z
    menos algumas condutas de seu caráter, sobretudo 17 que possuía um caráter forte. Dois anos depois, com 26 anos, foi despertado para combater Vegeta e seus amigos.

    Dragon Ball Z


    O androide Nº 17 e sua irmã gêmea, a androide Nº 18 são despertados pelo Dr. Gero (androide Nº 20), quando estava em uma situação desesperada causada pelos Guerreiros Z, que haviam ultrapassado suas expectativas devido ao intenso treinamento que tiveram depois que o Dr. Gero coletou seus dados.

    Logo ao serem despertados, os androides matam o Dr. Gero apenas por vingança, e então, ninguém mais os dá ordens, depois do assassinato de Gero, despertam o androide Nº 16, a partir desse momento, vão atrás de Goku.


    Quando Vegeta, transformado em Super Saiyajin, intercepta o trio, 17, 18 e 16, chama-os para a luta. No entanto, o androide Nº 16 se recusa a lutar, o que levou a Nº 18 a lutar contra Vegeta. Quando Trunks do Futuro, Kuririn, Piccolo e Tenshinhan chegam como reforços de Vegeta, Nº 17 lhes diz que não interfiram, caso contrário ele também o faria. Mas quando a Nº 18 quebra o braço de Vegeta, Trunks desobedece o Nº 17 e parte para cima da Nº 18. Depois disso, todos menos Kuririn, vão ajudar Trunks, lamentavelmente, todos são derrotados pelo Nº 17 e a Nº 18 derrota Vegeta Super Saiyajin. Kuririn dá as Sementes dos Deuses para eles. Piccolo (após se fundir com Kami Sama), desafia o androide Nº 17 com a esperança de que poderia derrotá-lo e assim evitar que Cell alcance seu objetivo. 17 aceita o desafio e diz a Piccolo que vai lutar sozinho. Começa a batalha e Piccolo parecia ter alguma vantagem sobre 17, que confessa que não estava lutando sério. Logo, Piccolo ao ver o poder do androide, dispara seu ataque Granada Infernal que teria destruído o androide se ele não tivesse usado um campo de força. A luta é uma atração evidente até que é interrompida com a chegada de Cell. 17 resiste para evitar que seja absorvido, enquanto Piccolo trata de ajudar na batalha contra Cell, que é derrotado depois que Cell admite que está mais forte do que nunca. Para ajudar, o androide Nº 16 entra na luta já que seus poderes são semelhantes aos de Cell. 16 é capaz de manter Cell ocupado por algum tempo, várias vezes o surpreende com ataques intensos como os canhões do inferno, até que o Nº 17 diz que ele pode derrotar esse androide e decide ficar e lutar. No entanto, essa súbita mudança cria um excesso de confiança no androide Nº 17, que permanece em cena, onde as surpresas de Cell não param, o que acaba absorvendo o androide e provocando sua transformação em Cell Semi-Perfeito. Durante os Jogos de Cell, o Nº 17 é destruído junto com o corpo de Cell, quando ele se detona como último esforço para sair vitorioso de sua competição (como seu corpo lhe permite se regenerar, quando uma única célula sua permanecer intacta). No entanto, sua vida é restaurada depois que os Guerreiros Z utilizam as Esferas do Dragão para reviver aqueles que foram mortos por Cell. Um segundo desejo feito a Shen Long por Kuririn remove o dispositivo de auto-destruição de dentro dos androides Nº 17 e Nº 18 (Kuririn originalmente tinha a intenção de utilizar o desejo para que os androides 17 e 18 voltassem a serem humanos novamente, mas isso ia além dos poderes do Dragão).

    O androide Nº 17 fez uma breve aparição nessa saga, quando Goku reúne a energia de todas as pessoas da Terra para criar uma Super Genki Dama, em um esforço para derrotar Kid Boo. O Nº 17 aparece como um caçador numa região montanhosa, caminhando por uma floresta quando reconhece a voz de Goku, em seguida, se recorda do passado. 17 levanta seu rifle para ameaçar todos na aldeia para levantarem suas mãos, sem saber que estão dando energia para Goku



    Antes disso, Kid Boo havia destruído a Terra, matando 17 mais uma vez, junto com quase todos os demais. Enquanto luta contra Kid Boo no mundo Sagrado dos Kaios, Vegeta diz a Dende que peça para Porunga que reconstrua a Terra e reviva todos os habitantes bons, que foram ressuscitados e também o Nº 17, logo, ele se tornou bom, segundo Akira Toriyama, ele adotou algumas crianças e se tornou o guardião do bosque.

    Dragon Ball GT



    Super 17 (スーパー 17号Sūpā jūnanagō) é o androide definitivo, criado pela união do Nº 17 e a nova versão do Nº 17 do inferno.

    Ao se fusionarem, abrem uma espécie de vórtice  ao qual funciona como uma porta que conecta o inferno com o mundo dos vivos. Mas tinha outra finalidade: prender Goku no inferno, que foi até lá para verificar e acabou preso em seu interior. Após isso, o vórtice se fecha.

    Já no mundo dos vivos e com Goku preso no inferno, o novo Nº 17 luta contra Vegeta durante alguns minutos, ele esperava a chegada do Nº 17 original para se unir. Entretanto, o "original" se encontrava com sua irmã Nº 18, o marido dela, Kuririn e a filha de ambos, Marron. Num instante, e sem motivo algum, Nº 17 começa a destruir a cidade. Nº 17 queria que a Nº 18 se aliasse com ele em seu plano de dominação. Kuririn e sua mulher tentam detê-lo, tratando fazê-lo repensar, mas seus esforços são inúteis. Kuririn morre pelas mãos do Nº 17 e a Nº 18 cai desmaiada.

    Quando finalmente se encontram, ambos 17 se unem, e nasce o androide definitivo, o Super Nº 17.



    Trunks, Goten, Gohan, Uub e Vegeta enfrentam o Super 17, mas todos são derrotados, sendo Vegeta Super Saiyajin 2 o único guerreiro em pé que aguentou o combate até a chegada de Goku. Ele se transforma em Super Saiyajin 4 e começa um combate frenético.

    Goku, vendo que ele absorvia todos os ataques de energia, pensou que se lançasse toda sua energia, ele não aguentaria e seria destruído. Então lançou um kamehameha aumentado 10x, mas seu plano falhou. Não só havia sobrevivido, como também aumentou sue nível de força, chegando a um nível similar ao de Goku. A partir deste momento, Super 17 tinha o controle do combate, dando uma surra em Goku, que se esgotou e voltou ao seu estado normal. Em um momento de raiva, Super 17 mata o Dr. Myuu.

    Tudo parecia perdido, Super 17 era muito poderoso e já não tinha nada que o dominasse. Neste precioso momento, aparece a Nº 18, para vingar a morte de seu marido. Ela começa a lançar energias no Super 17. Neste momento, Goku se fixa numa coisa: Super 17 é totalmente vulnerável quando está absorvendo energia, assim, tanto seu ataque quanto sua defesa, ficam abertas. Então ele planeja sua estratégia. Goku pede a Nº 18 que continue atacando, e entre uma rajada de energia, Goku faz o Ataque do Dragão, e com ele atravessa o corpo de Super 17, para assim finalizá-lo com um super kamehameha.



    Este inimigo só podia ser derrotado desta forma, já que tinha a capacidade de prever os movimentos de seu oponente e absorver energia de maneira ilimitada a seu bel-prazer e que o uso de energia deste inimigo é infinita. Em poucas palavras, se podia afirmar que Super 17 estando neste estado era invencível.

    De acordo com os Arquivos Perfeitos de Dragon Ball GT 2 (Dragon Ball GT Perfect File 2), o último desejo que Goku fez a Shen Long na conclusão de Dragon Ball GT, foi reviver aqueles que não mereciam morrer entra as sagas de Super 17 e dos Dragões Malignos, o que significa que o androide Nº 17 foi revivido, devido a sua boa natureza.

    Técnicas
    • Voo
    • Onda de Potência
    • Fusão
    • Raio de Flash
    • Escudo de Energia
    • Agora Estamos Jogando para Sobreviver!

    Dubladores
    • Japonês - Shigeru Nakahara
    • Inglês - Ocean Group: Ted Cole (DBZ), Ethan Cole (DBGT), Chuck Huber
    • Espanhol latino - Genaro Vásquez (DBZ e DBGT), Rolando de la Fuente (DBKai)
    • Brasileiro - Ricardo Spínola (DBZ e DBGT), Figueira Jr. (DBKai)
    Curiosidades
    • Quando Goku estava reunido energia para a Genki Dama, 17 reconhece a voz de Goku, sendo que Goku e 17 nunca se conheceram (Goku estava doente quando os androides atacaram, quando ele se recuperou, Cell já o havia absorvido);
    • Na edição especial de Dragon Ball Full Color, Akira Toriyama revelou que o nome humano do androide Nº 17 é "Lápis", e que junto com o nome humano de sua irmã Nº 18, "Lázuli", formam "Lapislázuli", o nome de uma pedra preciosa.